«O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflete.»

(Aristóteles [384 a.C. – 322 a.C.] – filósofo grego, discípulo de Platão)

Quem sou eu

São Paulo, SP, Brazil
Sou presbítero da Igreja Católica Apostólica Romana. Fui ordenado padre no dia 22 de fevereiro de 1986, na Matriz de Fernandópolis, SP. Atuei como presbítero em Jales, paróquia Santo Antönio; em Fernandópolis, paróquia Santa Rita de Cássia; Guarani d`Oeste, paróquia Santo Antônio; Brasitânia, paróquia São Bom Jesus; São José do Rio Preto, paróquia Divino Espírito Santo; Cardoso, paróquia São Sebastião e Estrela d`Oeste, paróquia Nossa Senhora da Penha. Sou bacharel em Filosofia pelo Centro de Estudos da Arq. de Ribeirão Preto (SP); bacharel em Teologia pela Pontifícia Faculdade de Teologia N. S. da Assunção; Mestre em Ciências Bíblicas pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma (Itália); curso de extensão universitária em Educação Popular com Paulo Freire; estou reiniciando o meu Doutorado em Letras Hebraicas pela Universidade de São Paulo (USP). Estudei e sou fluente em língua italiana e francesa, leio com facilidade espanhol e inglês.

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Aluno com bons professores ganha mais no mercado de trabalho no futuro

Elaine Bast
Jornal Nacional
Bom professor tem um impacto na vida de um estudante que vai muito além das notas. Aluno que teve um ótimo professor por um ano ganha, ao longo da carreira, o equivalente a R$ 90 mil a mais, se comparado a um que não tenha tido a mesma sorte. Resultado de estudo importantíssimo ajuda a entender o papel fundamental dos professores em uma sociedade. Pesquisadores de duas universidades americanas avaliaram o impacto que a qualidade do professor tem no futuro profissional do aluno.


Doris tem só 11 anos. É tímida, mas decidida. Não tem dúvidas de que, no futuro, quer ser professora.
Ela estuda em uma escola pública no bairro do Bronx, em Nova York, e que recebe ajuda do setor privado. Lá, a grande maioria dos alunos vêm de famílias de baixa renda. E 85% conseguem entrar na faculdade. Qual é o segredo?


“Uma seleção rigorosa de professores e salários 20% acima da média paga no mercado”, diz Steven, porta-voz da instituição.
Um bom professor tem um impacto na vida de um aluno que vai muito além das notas, da fronteira da sala de aula. Ele pode mudar o futuro de uma criança. É o que mostrou, com números, um longo estudo coordenado por pesquisadores de duas importantes universidades importantes dos Estados Unidos.


Jonah Rockoff [foto ao lado], da Universidade de Columbia e outros dois colegas da Universidade de Harvard acompanharam o desenvolvimento de 2,5 milhões de alunos durante 20 anos.
Usaram testes feitos pelo governo para avaliar os professores. E com base nesse ranking, calcularam a importância de um professor bom ou ruim na vida profissional do aluno.


Um estudante que teve um ótimo professor durante um ano ganha, ao longo da carreira, o equivalente a R$ 90 mil a mais, se comparado a um que não tenha tido a mesma sorte.
Em uma sala de 28 alunos, isso significa uma renda extra equivalente a R$ 2,5 milhões.
"Estamos falando em muito dinheiro. Um ótimo professor vale muito mais do que nós pagamos”, diz Rockoff.


Já um professor ruim, nas contas dos pesquisadores, pode levar uma turma a deixar de ganhar, em 10 anos, o equivalente a R$ 4,5 milhões.
"Um sistema educacional de qualidade significa, uma taxa menor de criminalidade, uma economia melhor para o país, são benefícios para toda a sociedade”, analisa o pesquisador.


Uriel, professor há 15 anos, sabe disso: "Ver a gratidão nos olhos dos alunos, o orgulho que têm de si próprio, de terem chegado onde queriam, isso é a parte mais gratificante em ser um professor", declara.

Fonte: Portal G1 - Jornal Nacional - Edição do dia 23/01/2012 - 21h14 - Atualizado em 23/01/2012 21h14 - Internet: http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2012/01/aluno-com-bons-professores-ganha-mais-no-mercado-de-trabalho-no-futuro.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.