«O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflete.»

(Aristóteles [384 a.C. – 322 a.C.] – filósofo grego, discípulo de Platão)

Quem sou eu

São Paulo, SP, Brazil
Sou presbítero da Igreja Católica Apostólica Romana. Fui ordenado padre no dia 22 de fevereiro de 1986, na Matriz de Fernandópolis, SP. Atuei como presbítero em Jales, paróquia Santo Antönio; em Fernandópolis, paróquia Santa Rita de Cássia; Guarani d`Oeste, paróquia Santo Antônio; Brasitânia, paróquia São Bom Jesus; São José do Rio Preto, paróquia Divino Espírito Santo; Cardoso, paróquia São Sebastião e Estrela d`Oeste, paróquia Nossa Senhora da Penha. Sou bacharel em Filosofia pelo Centro de Estudos da Arq. de Ribeirão Preto (SP); bacharel em Teologia pela Pontifícia Faculdade de Teologia N. S. da Assunção; Mestre em Ciências Bíblicas pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma (Itália); curso de extensão universitária em Educação Popular com Paulo Freire; estou reiniciando o meu Doutorado em Letras Hebraicas pela Universidade de São Paulo (USP). Estudei e sou fluente em língua italiana e francesa, leio com facilidade espanhol e inglês.

sexta-feira, 16 de março de 2012

Jesuíta lança guia de sobrevivência para ''católicos que pensam''

Dan Morris-Young
National Catholic Reporter
12.03.2012

Os católicos precisam "encarar o fato de que hoje vivemos em uma Igreja 'faça-você-mesmo'", precisam dar um passo à frente para "assumir a responsabilidade", e "já não esperar mais que o Padre ou a Irmã façam isso", disse o padre jesuíta Thomas Reese [foto ao lado], que aborda esses temas em um novo livro, A Survival Guide for Thinking Catholics [Um guia de sobrevivência para católicos que pensam].


O renomado autor, cientista social e comentarista mencionou o livro – que ainda não tem uma editora – durante uma recente entrevista com o NCR.


No livro, Reese defende que os problemas como o êxodo dos fiéis da Igreja sejam enfrentados corajosamente.


"O problema da maioria dos livros como este é que o último capítulo começa com: 'Os bispos deveriam' ou 'O papa deveria fazer X, Y e Z'. Francamente, eu acho que isso é um desperdício de tempo", disse Reese. "Estou cansado de ler esses livros. Acho que o que temos de fazer é dizer: 'Ok, estes são os problemas diante da Igreja. O que eu preciso fazer? O que temos de fazer?'".


Uma das vantagens de haver menos padres e irmãs religiosas na Igreja de hoje "é que os leigos têm que crescer", afirmou. "A Igreja precisa desenvolver um novo estilo de ensino e de proclamação do Evangelho, que seja dialógico, que ouça tanto quanto fale", acrescentou. "Às vezes, parecemos totalmente incapazes de fazer isso".


Ao mesmo tempo, disse Reese, "o clericalismo são dois lados da mesma moeda. Há autoritarismo de um lado. O outro são os leigos querendo que os clérigos façam tudo por eles".


Atualmente membro sênior do Woodstock Theological Center da Georgetown University, de Washington, Reese foi editor da revista jesuíta America revista de 1998 a 2005. Ele renunciou depois de uma longa tensão com o Vaticano devido a abordagem aberta da revista sobre temas eclesiais sensíveis, do celibato sacerdotal e da ordenação de mulheres à pesquisa com células-tronco e à recepção da Comunhão por políticos católicos pro-choice [que defendem o direito de abortar].


Reese é autor de dezenas de outros livros, a maioria dos quais se centram sobre as estruturas organizacionais e políticas da Igreja e seus desafios. Seu livro de 1989 Archbishop: Inside the Power Structure of the American Catholic Church [Arcebispo: Dentro da estrutura de poder da Igreja Católica norte-americana], por exemplo, é um livro de pesquisa prática com base em mais de 400 entrevistas e com a participação de 31 arcebispos norte-americanos, incluindo todos os cardeais do país.

Tradução de Moisés Sbardelotto.

Fonte: Instituto Humanitas Unisinos - Notícias - Quinta-feira, 15 de março de 2012 - Internet:http://www.ihu.unisinos.br/noticias/507491-jesuita-lanca-guia-de-sobrevivencia-para-catolicos-que-pensam

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.