«Daqui a alguns anos estarás mais arrependido pelas coisas que não fizeste do que pelas que fizeste. Solta as amarras! Afasta-se do porto seguro! Agarra o vento em suas velas! Explora! Sonha! Descubra!»

(Mark Twain [1835-1910] – escritor e humorista norte-americano)

Quem sou eu

São Paulo, SP, Brazil
Sou presbítero da Igreja Católica Apostólica Romana. Fui ordenado padre no dia 22 de fevereiro de 1986, na Matriz de Fernandópolis, SP. Atuei como presbítero em Jales, paróquia Santo Antönio; em Fernandópolis, paróquia Santa Rita de Cássia; Guarani d`Oeste, paróquia Santo Antônio; Brasitânia, paróquia São Bom Jesus; São José do Rio Preto, paróquia Divino Espírito Santo; Cardoso, paróquia São Sebastião e Estrela d`Oeste, paróquia Nossa Senhora da Penha. Sou bacharel em Filosofia pelo Centro de Estudos da Arq. de Ribeirão Preto (SP); bacharel em Teologia pela Pontifícia Faculdade de Teologia N. S. da Assunção; Mestre em Ciências Bíblicas pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma (Itália); curso de extensão universitária em Educação Popular com Paulo Freire; tenho Doutorado em Letras Hebraicas pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente, realizo meu Pós-doutorado na PUC de São Paulo. Estudei e sou fluente em língua italiana e francesa, leio com facilidade espanhol e inglês.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Papa Francisco fala de Dom Paulo

Papa destaca “permanente atenção pelos mais
desfavorecidos” por d. Paulo

Redação

Francisco enviou mensagem de pesar em que afirma que cardeal foi
“um seguro ponto de referência” e que comunidade
“chora a perda do seu amado pastor”
D. PAULO EVARISTO ARNS
Sendo velado no interior da Catedral da Sé em São Paulo
No centro, paramentado, encontra-se o atual cardeal-arcebispo da cidade, D. Odilo Scherer

O papa Francisco lamentou nesta quinta-feira, 15 de dezembro, a morte de d. Paulo Evaristo Arns. Em mensagem divulgada pelo Vaticano, o pontífice disse que recebeu com grande pesar a notícia do falecimento, ocorrido nesta quarta-feira, 14, em São Paulo, e destacou o trabalho de d. Paulo Evaristo em favor dos mais pobres.

«(D. Paulo Evaristo Arns) se revelou autêntica testemunha do Evangelho no meio do seu povo a todos apontando a senda da verdade na caridade e do seu serviço à comunidade em permanente atenção pelos mais desfavorecidos», escreveu o papa.

Francisco afirmou que agradeceu a Deus por ter dado à Igreja Católica «tão generoso pastor».

«Elevo fervorosas preces para que Deus acolha na sua felicidade eterna este seu servo bom e fiel enquanto envio a essa comunidade arquidiocesana que chora perda do seu amado pastor e à Igreja do Brasil que nele teve um seguro ponto de referência.»

Já o secretário de Estado do Vaticano, cardeal Pietro Parolin, prestou condolências e disse que d. Paulo Evaristo manteve alto «o farol da fé nos caminhos dos homens». «Ao recordar os valiosos serviços por ele prestados à Igreja inteira com grande solicitude pastoral, a minha admiração e fraterna estima tornam-se oração que se une à vossa pelo falecido cardeal invocando junto do divino mestre o prêmio reservado aos seus discípulos fiéis», escreveu.

Veja, por meio de fotografias, a trajetória de D. Paulo Evaristo Arns,
clicando aqui.

Fonte: ESTADÃO.COM.BR – Brasil – Quinta-feira, 15 de dezembro de 2016 – 11h26 (Horário de Brasília – DF) – Internet: clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.