«Somente a turba e a elite podem ser atraídas pelo ímpeto do totalitarismo. As massas precisam ser ganhas por propaganda.»

(Hannah Arendt [1906-1975] – filósofa alemã de origem judaica, uma das mais influentes do séc. XX)

Quem sou eu

Jales, SP, Brazil
Sou presbítero da Igreja Católica Apostólica Romana. Fui ordenado padre no dia 22 de fevereiro de 1986, na Matriz de Fernandópolis, SP. Atuei como presbítero em Jales, paróquia Santo Antönio; em Fernandópolis, paróquia Santa Rita de Cássia; Guarani d`Oeste, paróquia Santo Antônio; Brasitânia, paróquia São Bom Jesus; São José do Rio Preto, paróquia Divino Espírito Santo; Cardoso, paróquia São Sebastião e Estrela d`Oeste, paróquia Nossa Senhora da Penha. Sou bacharel em Filosofia pelo Centro de Estudos da Arq. de Ribeirão Preto (SP); bacharel em Teologia pela Pontifícia Faculdade de Teologia N. S. da Assunção; Mestre em Ciências Bíblicas pelo Pontifício Instituto Bíblico de Roma (Itália); curso de extensão universitária em Educação Popular com Paulo Freire; tenho Doutorado em Letras Hebraicas pela Universidade de São Paulo (USP). Atualmente, realizo meu Pós-doutorado na PUC de São Paulo. Estudei e sou fluente em língua italiana e francesa, leio com facilidade espanhol e inglês.

quarta-feira, 30 de maio de 2018

Catequeses de Papa Francisco sobre a Eucaristia

“Sem o Domingo não podemos viver”

Telmo José Amaral de Figueiredo

“Como o pão e o vinho são convertidos no Corpo e Sangue do Senhor, assim aqueles que os recebem com fé, são transformados em Eucaristia viva.”

Desde o dia 8 de novembro de 2017, Papa Francisco aproveitou as Audiências Gerais da Quarta-Feira, na Praça São Pedro ou na Aula Paulo VI, no Vaticano, para proporcionar aos fiéis presentes e àqueles de todo o mundo, uma catequese sobre o sentido da Eucaristia ou Santa Missa.

Essas catequeses se concluíram no último dia 4 de abril, na Praça São Pedro, Vaticano.

Em sua primeira catequese, 8 de novembro de 2017, Papa Francisco explica a sua opção por este tema:

«Iniciamos hoje uma nova série de catequeses, que fixará o olhar no “coração” da Igreja, ou seja, na Eucaristia. Para nós cristãos, é fundamental compreender bem o valor e o significado da Santa Missa, a fim de viver cada vez mais plenamente a nossa relação com Deus.

Não podemos esquecer o grande número de cristãos que, no mundo inteiro, em dois mil anos de história, resistiram até à morte para defender a Eucaristia; e quantos, ainda hoje, arriscam a vida para participar na Missa dominical. No ano de 304, durante as perseguições de Diocleciano, um grupo de cristãos, do norte de África, foi surpreendido a celebrar a Missa numa casa e foram aprisionados. O procônsul romano, no interrogatório, perguntou-lhes por que o fizeram, sabendo que era absolutamente proibido. E eles responderam: “Sem o domingo não podemos viver”, que significava: se não podemos celebrar a Eucaristia, não podemos viver, a nossa vida cristã morreria.

Com efeito, Jesus disse aos seus discípulos: “se não comerdes a carne do Filho do homem, e não beberdes o seu sangue, não tereis vida em vós mesmos. Quem come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia” (Jo 6,53-54). [...]

A Eucaristia é um acontecimento maravilhoso no qual Jesus Cristo, nossa vida, se faz presente. Participar na Missa “é viver outra vez a paixão e a morte redentora do Senhor. É uma teofania: o Senhor torna-se presente no altar para ser oferecido ao Pai pela salvação do mundo” (Homilia, Santa Marta, 10 de fevereiro de 2014). [...]

Assim, através destas catequeses que hoje começam, gostaria de redescobrir juntamente convosco a beleza que se esconde na celebração eucarística, e que, quando é revelada, dá pleno sentido à vida de cada um. Nossa Senhora nos acompanhe neste novo percurso. Obrigado.»
PAPA FRANCISCO
chegando à Praça São Pedro, no Vaticano, para a Audiência Geral da Quarta-Feira

A seguir, expomos a data e o tema de cada uma dessas catequeses de Papa Francisco sobre a Eucaristia, bem como, fornecemos o link de acesso ao texto integral dessa catequese, já traduzido em português. Esse texto pode ser baixado, impresso e lido por todos.

1ª Catequese (8 de novembro de 2017): A Santa Missa – Introdução. Acesse, clicando aqui.

2ª Catequese (15 de novembro de 2017): A Missa como oração. Acesse, clicando aqui.

3ª Catequese (22 de novembro de 2017): O que é a Missa? Acesse, clicando aqui.

4ª Catequese (13 de dezembro de 2017): Por que ir à Missa aos domingos? Acesse, clicando aqui.

5ª Catequese (20 de dezembro de 2017): Ritos de introdução. Acesse, clicando aqui.

6ª Catequese (3 de janeiro de 2018): Ato Penitencial. Acesse, clicando aqui.

7ª Catequese (10 de janeiro de 2018): Glória – Hino de Louvor. Acesse, clicando aqui.

8ª Catequese (31 de janeiro de 2018): Liturgia da Palavra. Acesse, clicando aqui.

9ª Catequese (7 de fevereiro de 2018): Liturgia da Palavra – o Evangelho. Acesse, clicando aqui.

10ª Catequese (14 de fevereiro de 2018): Liturgia da Palavra – Credo, Oração dos Fiéis. Acesso, clicando aqui.

11ª Catequese (28 de fevereiro de 2018): A Liturgia Eucarística. Acesse, clicando aqui.

12ª Catequese (7 de março de 2018): A Oração Eucarística. Acesse, clicando aqui.

13ª Catequese (14 de março de 2018): O Pai Nosso. Acesse, clicando aqui.

14ª Catequese (21 de março de 2018): A Comunhão sacramental. Acesse, clicando aqui.

15ª Catequese (4 de abril de 2018): Ritos finais. Acesse, clicando aqui.

Vale a pena baixar estas quinze catequeses, imprimi-las, apostilá-las e distribuí-las entre os encarregados da Pastoral Litúrgica, Ministros, Catequistas e Povo de Deus em geral. Afinal, como nos recorda Papa Francisco, trata-se de meditar e compreender melhor o «coração» da Igreja de Cristo.

Fonte: Vatican News – Papa / Audiência Geral – Quarta-feira, 4 de abril de 2018 – Internet: clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.